Gráficos Radiónicos

Gráficos Radiónicos

Materiais e Energia

A Radiestesia é uma ciência pretende estabelecer o equilíbrio energético, utilizando a energia das formas (gráficos).

Por tudo isto, a Radiestesia é abordada por Patrícia Bernardo de uma forma diferenciada, em especial para todos aqueles que gostariam de se iniciar nesta terapia e, para todos aqueles que, no seu dia-a-dia procuram uma forma de superar todos os obstáculos que a vida nos coloca.

Na verdade, na maioria dos casos as pessoas não sabem como os gráficos acima referidos funcionam, como ativá-los ou escolhê-los em função da situação a tratar, como finanças, amor, saúde, limpeza espiritual, harmonia, prosperidade, etc..

Chegados a este ponto, valerá a pena fazer uma breve descrição sobre os gráficos radiónicos: símbolos impressos em materiais como madeira, PVC e alguns tipos de papel.

O papel, embora seja um bom material não é o mais indicado, uma vez que é a forma mais frágil de utilizar os gráficos. Este material não é o mais indicado, na medida em que absorve com muita facilidade as energias que estamos a tratar no momento, pelo que impossibilita a sua reutilização na cura de outras sintomatologias e problemas.

A vibração das formas

Todos conhecemos o quadrado, pentágono e demais polígonos, o círculo e, ainda, as conjunções destas formas que são, nada mais, nada menos do que emissoras e receptoras de Energia, pelo que estão em plena sintonia com o Universo.

Tenho a plena noção da dificuldade da ideia que, de seguida, vos gostaria de transmitir, mas a verdade é só uma: toda a natureza tem uma forma e organização geométrica; facto esse que é praticamente imperceptível para o comum dos mortais. A este propósito, veja-se as proporções fixas da espiral do DNA, no complexo desenho simétrico de doze arestas formada pela composição do carbono, no hidrogénio, no nitrogénio e magnésio, responsável pela fotossíntese vegetal, na forma pentagonal de algumas flores e nas proporções de animais e plantas.

História Gráficos Radiónicos

Os primeiros gráficos radiónicos remontam a um pouco antes da Segunda Guerra Mundial. Na época eram na maioria semicírculos, divididos num certo número de casas.

Atualmente, os gráficos que utilizamos são inúmeros, na forma, e nas funções a que são aplicados.

trino

Como é que os gráficos operam?

Na Radiónica ou Radiestesia, os gráficos e arranjos geométricos fazem uma mímica na natureza, mediante a sintonia que fazem com as correntes energéticas, em seu maior potencial, e, posteriormente, transformam-se em energias dinâmicas.

Assim, os conjuntos de formas, as letras e as suas proporções combinadas dão origem a um gráfico Radiónico, cujas suas características intrínsecas fazem com que esteja apto para ser aplicados às finalidades que o terapeuta quer tratar, isto porque emite vibrações à distância, em conformidade com o fim para o qual foi programado.

Como é que um simples desenho tem a capacidade de emitir o que quer que seja, à distância?

Não é dos dias de hoje, que o ser humano usufrui dos benefícios gerados por símbolos variados. Na verdade, bastará recordarmos a força enérgica de alguns símbolos como na forma de pingentes, anéis, medalhas de cariz religioso, o selo de Salomão, a cruz, o ying, o yang, as mandalas, etc.

É frequente na nossa cultura ocidental recorrermos a este tipo de simbologia, pois ela está presente no inconsciente colectivo, na medida em que acreditamos que esta simbologia traz um efeito benéfico para a nossa vida e é, por isso, socialmente aceite como algo de positivo.

novecirculos
Descubra com qual gráfico a Radiestesia pode ajuda-lo.

Não tenha medo de mudar a sua vida e ser feliz!

turbilhão

Áreas de atuação dos gráficos

Através da vibração emitida por um gráfico radiónico é possível tratar ambientes com energias negativas e perversas, eliminar o magnetismo electromagnético produzido pelas correntes eléctricas, insónia, irritabilidade e inúmeros problemas de saúde. Recorremos então a:

  • Gráficos para dinamização, valorização ou materialização radiestésica;
  • Gráficos para reequilíbrio ambiental e compensação de energias deletérias;
  • Gráficos emissores;
  • Gráficos com aplicação em magia e protecção.

Eis alguns exemplos de gráficos que recorremos frequentemente:

Desembaraçador

  • Desobstrui e desembaraça situações na vida em que o paciente não vê saída imediata.
  • Manifesta a felicidade espiritual no plano físico.
  • Ajuda a desembaraçar diagnósticos médicos difíceis e processos judiciais.
  • Faz aparecer a verdade em situações confusas.

Decágono

  • Polígono regular de 10 lados, representa a materialização da perfeição.
  • Potencializa outros gráficos.
  • Valoriza, concentra e limpa testemunhos.
  • Possibilita a produção de substâncias, concretas ou abstractas, por ressonância.

Desimpregnador

  • Activa a perfeição individual, pelo que é utilizado para limpeza e purificação astral de energias deletérias de objectos, pessoas, animais e plantas.
  • Actua, em conjunto, com os tratamentos em processos infecciosos ou intoxicações.

Diafragma

  • Proporciona a manifestação do objectivo a ser atingido no plano material.
  • Purifica e eleva a vibração de pessoas.
  • Limpa energeticamente objectos.
  • Irradiador energético à distância.
  • Harmonizador ambiental.
  • Purificador e harmonizador de chakras.

Nove Círculos

  • Formado por 9 círculos concêntricos.
  • Protector físico e energético.
  • Pode ser utilizado para proteger objectos contra perda e roubo.
  • É fraco como protector espiritual.

Pantáculo com o nome místico de JESUS

  • Associa o losango com o nome de Jesus em hebraico.
  • Possui poder de cura e protecção.
  • Purifica e harmoniza o ambiente.
  • Activa as virtudes crísticas individuais.
  • Irradiador energético à distância.
  • Quando deitado, deverá ser colocado no eixo Norte/Sul com a parte de cima para o Norte.

Símbolo Compensador André Philippe (SCAP)

  • Criado por André Philippe que desenvolveu o presente gráfico, baseando-se na Lei de Compensação de Forças, a partir da qual se pode neutralizar energias destrutivas.
  • Poderoso neutralizador de ondas nocivas de qualquer natureza, em especial telúricas, electromagnéticas e formas.
  • Não exige orientação espacial e suas emissões ocorrem simultaneamente nos níveis físico, mental, emocional e espiritual.
  • Funciona melhor quando usado junto ao ponto gerador da energia desarmonizante.

Turbilhão

  • Círculo circundado por arcos que gira no sentido horário.
  • Acelera o processo de precipitação de objectivos materiais.
  • Verificar a necessidade de desimpregnação das energias que impedem a realização material antes do uso do turbilhão.
  • Ajuda, ainda, na compreensão de quem somos e a forma de comportamento dos outros